25 maio, 2010

Mal te vi...

Mal te vi
Compreendi que estavas só e carente
Andavas sem destino para cá e para lá
Meio perdido, meio tresloucado
Não falavas, não ouvias, não olhavas
Apenas gesticulavas sem sentido
Estavas só e só querias permanecer
Nada transmitias a quem se aproximava
Nada deixavas transparecer
Nem dor, nem fome, nem mágoa
Mantinhas-te retraído, desalentado, envergonhado
Por onde vagueava a tua mente?
Posted by Picasa

Sem comentários:

Enviar um comentário