29 novembro, 2010

A amizade cultiva-se?

Não tenho dificuldade em fazer amizades.
Tenho dificuldade em manter as amizades.
Porquê?
Será que a culpa é só minha?
Já tive muitas amigas (pensava eu…), colegas e conhecidas que viveram comigo bons e maus momentos, numa ajuda mútua, sem outro interesse que não fosse a partilha de experiências, o desabafo sem censura, a busca de soluções para problemas que nos pareciam irresolúveis.
De repente… tudo acabou.
Afastei-me eu? Afastaram-se todos os outros?
Sei que sou exigente com os amigos.
Mas também sou sincera, leal e disponível. E gosto dos meus amigos. Muito.
Não sou tímida. Mas sempre me custou tomar a iniciativa do contacto, do convite, do aparecer.
Hoje estou sozinha.
Não me esqueci dos amigos, mas fechei-me demasiado no meu espaço sem sentido.
Eles também silenciaram. Mas estão lá. Atentos. Tenho a certeza.
A vida segue imparável, fria, devoradora dos laços que julgámos fortes.
Não tenho dificuldade em fazer amizades.
Gosto dos meus amigos e sei que eles também gostam de mim. Não os rejeitei. Só os afastei.
Talvez demasiado.

Sem comentários:

Enviar um comentário