07 outubro, 2011

Por vezes...

Por vezes, a vida parece que nos atira para um buraco sem fundo.
Por vezes, não encontramos elos, laços ou fitas que nos prendam e deixamo-nos cair, cair, cair.
Que o buraco seja azul, muito azul, já que a vida é negra, muito negra.

Foto tirada da net.

Sem comentários:

Enviar um comentário