21 junho, 2010

Saramago - adeus


“Por mais espessas e negras que estejam as nuvens sobre as nossas cabeças, o céu lá por cima estará permanentemente azul…”
José Saramago – “A Caverna” (Ed. Caminho)
Posted by Picasa

16 junho, 2010

Vestido preto

Sinto-me confortável vestida de preto.
Sinto-me elegante, sinto-me chique, sinto-me sexy.
Desta forma disfarço as gorduras inestéticas e realço o bronzeado conquistado com muito esforço e muito creme.
Quer seja um vestido, uma saia ou umas calças, o meu corpo ajusta-se, perde volume, alonga-se, ganha formas nos sítios certos e fica pronto a enfrentar seja que situação for.
De biquíni preto ou de vestido preto a batalha está sempre ganha contra os quilos mais teimosos e as situações mais exigentes.
Sinto-me confortável vestida de preto!
Posted by Picasa

15 junho, 2010

Bichinho teimoso

Hoje vi um bichinho pequenino, mesmo muito pequenino, que se passeava alegremente por entre os grãos de areia de uma praia quase deserta.
Teimosamente tentava apropriar-se do território demarcado pela minha toalha: eu afastava-o e ele voltava, eu afastava-o de novo e ele voltava de novo, até que desisti e permiti que ele escalasse o meu pé, a minha perna e os últimos centímetros até ao joelho e se deliciasse com a vista panorâmica de um mar que se espraiava dolente numa areia escaldante.
Mas eis que ele não gostou do sabor amargo do creme bronzeador, volteou, desceu, desapareceu, e não mais voltou.
Apre! Bichinho teimoso!

Posted by Picasa

Mudanças e... danças

“Agora, fico muito tempo sozinha. Passo quatro a cinco horas por dia nas cavernas da meditação. Consigo fazer companhia a mim mesma durante horas seguidas, sem me deixar perturbar pela minha existência no planeta. Às vezes, as minhas meditações são experiências surrealistas… tento entregar-me a elas com a menor resistência possível. Outras vezes, sinto um contentamento calmo e doce, e também é bom. As frases continuam a formar-se na minha mente e os pensamentos continuam a fazer a sua dança, mas agora conheço tão bem os padrões do meu pensamento que já não me incomodam. Os meus pensamentos tornaram-se como velhos vizinhos, um pouco aborrecidos, mas em última análise bastante simpáticos. Além disso, não agitam a minha casa. Há aqui espaço para todos.”
“Comer, orar, amar” - Elizabeth Gilbert - ed. Bertrand
Posted by Picasa

14 junho, 2010

Ibiza - viagem 2003

No verão de 2003 optámos por umas férias mais sossegadas e rumámos a Ibiza – eu, o Carlos e os dois filhotes.
Para quem gosta de sol e de praia, como eu, foi uma semana maravilhosa!
O hotel ficava junto de uma praia de águas quentes e cristalinas, e tinha uma piscina fabulosa. Logo, eu passava a manhã a ler junto à piscina e a tarde (toda) na praia. Nessa semana li o extraordinário romance “Equador”, do Miguel Sousa Tavares.
À noite saíamos à descoberta da famosa noite de Ibiza, mas, como a balada era demasiado agitada para nós, limitávamo-nos a jantar, calcorrear a zona das inúmeras lojas, boutiques, bares e restaurantes, apinhada de gente, e regressar ao hotel, para uns minutos de diversão no bar, sempre repleto de turistas barulhentos de todos os cantos da Europa.
Só o meu filho se aventurou na agitada vida nocturna de Ibiza, que começava à meia-noite e se prolongava até ao início da tarde.
E gostou.
Ibiza é uma das ilhas do arquipélago das Baleares, localizado a leste de Espanha, no mar Mediterrâneo.
Com uma área de 575 km2 e uma população de cerca de 106 mil habitantes, tornou-se um destino muito procurado pelos turistas mais jovens que procuram principalmente diversão.
E ali há realmente muita!
Mais fotos em http://www.fugasreveladas.blogspot.com/
Posted by Picasa