07 abril, 2010

Turquia - viagem 2009

Inicialmente escolhido sem grande convicção, o destino das últimas férias veio a revelar-se surpreendente e inesquecível.
O itinerário, designado “Turquia Espectacular”, incluiu a visita a Istambul, Ankara, Capadócia, Konya, Pamukkale, Éfeso, Izmir, Pérgamo, Tróia e Çanakkale. Deixámos as idílicas praias mediterrânicas para uma segunda viagem e partimos à descoberta dos tesouros culturais e históricos do país. As surpresas sucederam-se: o riquíssimo património histórico, a impressionante diversidade geográfica, o admirável contraste entre o antigo e o moderno, o colorido dos tapetes e kilims, o requinte da aromática gastronomia, o povo alegre, simpático e hospitaleiro.
Chegámos a Istambul - cidade que liga os continentes asiático e europeu - ao início da noite e logo no trajecto do aeroporto para o hotel constatámos que estávamos numa grande cidade imperial, cosmopolita, que fervilhava de gente e de trânsito, com os monumentos profusamente iluminados e inúmeros barcos a circular no Bósforo. De madrugada fomos acordados por um cântico transmitido por altifalantes colocados no alto dos minaretes e que chama os fiéis para a oração – estávamos num país muçulmano.
A descoberta dos principais pontos de interesse histórico da cidade, que foi capital dos impérios Otomano, Bizantino e Romano, iniciar-se-ia no dia seguinte, após um soberbo pequeno-almoço com o famoso iogurte, o pão achatado e uma diversidade, sem igual, de legumes cozinhados, pastelaria, doçaria, frutos frescos e muitos, muitos, frutos secos.
Começámos pelo Palácio de Topkapi, centro de poder do Império Otomano durante cerca de 4 séculos, onde estão expostas diversas colecções de tesouros: jóias com milhares de brilhantes, pedras preciosas e semi-preciosas; porcelanas; trajes imperiais; armas e armaduras; relógios; miniaturas e manuscritos.
No bairro de Sultanahmet ficam, frente a frente, dois dos mais importantes monumentos da cidade: A Mesquita Azul - lindíssima com os seus azulejos azuis de Iznik, os seis minaretes, as cúpulas pintadas com padrões de arabescos mesméricos, e a Igreja de Santa Sofia (Igreja da Sagrada Sabedoria) – projectada como “um espelho do céu na Terra” que abriga nas paredes e cúpulas esplêndidos mosaicos bizantinos, com destaque para a figura de Cristo, a Virgem com o menino Jesus ao colo, o arcanjo Gabriel.
Posted by Picasa

Sem comentários:

Enviar um comentário